Sobre a Vacina Raiva

Todos os mamíferos são suscetíveis à infecção pelo vírus da raiva. A imunidade é conferida por meio de vacinação, acompanhada ou não por soro; dessa maneira, pessoas que se expuseram a animais suspeitos de raiva devem receber o esquema profilático, assim como indivíduos que, em função de suas profissões, se mantêm constantemente expostos.

Fonte:
Ministério da Saúde. Raiva. Disponível em:http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area.cfm?id_area=1567 Acessado em 01/04/2011.

A prevenção da raiva humana inclui desde medidas amplas para o controle da raiva animal, como a vacinação, a captura e o controle da população canina e felina, até condutas individuais. Nesses casos, a prevenção pode ser feita antes de ocorrer o risco (pré-exposição) ou após (pós-exposição).

Prevenção Pré-exposição:

É realizada com vacinas e é indicada para as pessoas que correm o risco de exposição ao vírus devido às atividades profissionais, tais como pesquisadores, veterinários, estudantes de veterinária, vacinadores, laçadores de cães, profissionais de laboratório que trabalham com o vírus ou com animais potencialmente infectados.

Principalmente se o viajante se dirige a áreas remotas, a vacinação pré-exposição deve ser seriamente considerada.

Em determinadas regiões do mundo a raiva canina não só é comum, mas oferece risco real para viajante, pois a profilaxia antirrábica pós-exposição muitas vezes é de difícil obtenção. Nessas situações, principalmente se o viajante se dirige a áreas remotas, como determinadas regiões da África Central, Índia, e Sudeste Asiático, a vacinação pré-exposição deve ser seriamente considerada.

Pós-exposição:

Na maioria dos casos, a prevenção ocorre após a suspeita de exposição ao vírus, geralmente em pessoas agredidas por animais. O objetivo da profilaxia pós-exposição é eliminar o vírus da lesão e desencadear a produção de anticorpos o mais rapidamente possível, impedindo que o vírus atinja as terminações nervosas.

Fonte:
Costa WA. Raiva Humana. In: Farhat, CK, Weckx, LY.Carvalho, LHF, Succi, RCM, eds. Imunizações, Fundamentos e Prática. 5a ed. São Paulo: Atheneu, 2008. p450-459.
Silva LJ. Vacinação para viajantes. In: Farhat CK, Weckx LY, Carvalho LHFR, Succi RCM. Imunizações Fundamentos e Prática. 5ª Ed. Atheneu, pag 203-213.

O que se deve fazer quando agredido por animal suspeito?

A assistência médica deve ser procurada o mais rápido possível após a agressão. Quanto ao ferimento: deve-se lavar abundantemente com água e sabão e aplicar algum produto antisséptico. O esquema de profilaxia da raiva humana deve ser prescrito pelo médico, que avaliará o caso indicando a aplicação de vacina e/ou soro. Se possível, manter o animal (cão ou gato) em observação por 10 dias para ver se o animal manifesta doença ou morre. Caso o animal adoeça nesse período, informar o serviço de saúde imediatamente. Fornecer informações ao serviço de saúde quanto ao animal: se tem dono, endereço. NUNCA DEVE SER INTERROMPIDO O ESQUEMA PROFILÁTICO INDICADO.

Fonte:
Ministério da Saúde. Raiva. Disponível em:http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area.cfm?id_area=1567 Acessado em 01/04/2011.

Não consegue acessar sua conta?

Preencha no campo abaixo com o endereço de email ou seu CPF/CNPJ que está cadastrado em nosso sistema. Dentro de alguns minutos sua senha estará chegando para você.

Os campos sinalizados são de preenchimento obrigatório. Email inválido
(somente números)

Não consegue acessar sua conta?

Em breve você receberá sua senha por e-mail.

Não consegue acessar sua conta?

Ocorreram problemas, tente mais tarde.

Senha alterada com sucesso.

Ocorreram problemas, tente mais tarde.

Os campos sinalizados são de preenchimento obrigatório.
Campos de senhas devem ser iguais.
(Apenas números)

Calendário de Vacinação do Prematuro

499kb Formato: PDF Download
Calendário de Vacinação do Prematuro

Calendário de Vacinação da Criança

507kb Formato: PDF Download
Calendário de Vacinação da Criança

Calendário de Vacinação da Criança

507kb Formato: PDF Download
Calendário de Vacinação da Criança

Calendário de Vacinação do Adulto e do Idoso

497kb Formato: PDF Download
Calendário de Vacinação do Adulto e do Idoso

Calendário de Vacinação da Mulher

499kb Formato: PDF Download
Calendário de Vacinação da Mulher

Calendário de Vacinação Ocupacional

506kb Formato: PDF Download
Calendário de Vacinação Ocupacional

Calendário de Vacinação 2009 - 2010 SBP

291kb Formato: PDF Download
Calendário de Vacinação 2009 - 2010 SBP